NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Dezembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

Quem está conectado
9 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 9 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4318 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de paulo roberto

Os nossos membros postaram um total de 30310 mensagens em 13230 assuntos

Pastor Silas Malafaia critica pais e líderes que não falam sobre masturbação com jovens e diz: “É pecado”

Ir em baixo

Pastor Silas Malafaia critica pais e líderes que não falam sobre masturbação com jovens e diz: “É pecado”

Mensagem por Lourival soldado cristão em 9th Abril 2014, 1:17 pm


Masturbação é uma prática que, independentemente da religião, é adotada por muitos adolescentes, impulsionados pelos hormônios e pela falta de orientação e abordagem correta de pais e conselheiros. Sobre o assunto, o pastor Silas Malafaia publicou um artigo com o título “Masturbação é ou não uma prática pecaminosa?”.
No texto, Malafaia  – que é psicólogo – ressaltou que “abordar o tema masturbação à luz da Palavra de Deus não é algo simples”, e que por isso, muitos pais, líderes de jovens e pastores fogem da responsabilidade sobre o assunto, e isso resulta em desinformação. “A consequência disso é que alguns desses jovens, desinformados, poderão adotar tal prática, sucumbindo à culpa neurótica ou refugiando-se na educação secular e em padrões mundanos, que contrariam os princípios que Deus estabeleceu para o desenvolvimento sadio e equilibrado do ser humano. Isso traz sérios problemas à vida espiritual, psíquica e emocional”, ponderou o pastor.
“A masturbação é uma prática pecaminosa à luz da Palavra de Deus”, delineou o pastor, acrescentando que “talvez a maior dificuldade de alguns para lidar com a questão seja a inegável realidade da explosão hormonal na puberdade e o fato de a Bíblia não proibir explicitamente esta prática”.
No entanto, Malafaia ressalta que a ausência da proibição explícita “não nos impede de deliberar sobre o assunto, com base em textos mais genéricos, como os que estão em Gênesis 2.24, 38.6-8, Romanos 6.12, 1 Coríntios 6.12 e 1 Tessalonicenses 4.3-5”.
“Alguém consegue masturbar-se sem imaginar um ato sexual, sem ter fantasias eróticas e sem deixar-se dominar pela lascívia ou pela luxúria? Após ceder à masturbação, a pessoa consegue ficar isenta da vergonha e da culpa?”, questionou o pastor. Com esse raciocínio, Malafaia sugere que o estímulo a partir da imaginação do sexo com outra pessoa é tão pecado quanto a prática real fora do casamento.
“Deus criou o homem e a mulher. Eles foram criados com órgãos genitais distintos e a libido, o desejo de união sexual, a fim de saciarem os seus desejos mais íntimos de companhia, de intimidade e de afetividade — necessidades que só são plenamente satisfeitas a partir do casamento, da união legal entre um homem e uma mulher que deixaram afetiva, econômica e geograficamente os pais, ou seja, que atingiram a maturidade. Sendo assim, o ato pelo qual alguém exercita sua sexualidade solitariamente, proporcionando a si mesmo o orgasmo, é uma prática contrária ao projeto de Deus para a vida do ser humano”, conceitua o pastor.
Em sua conclusão, o pastor afirma que “Deus dotou o ser humano com um código moral, e toda vez que o infringimos há tristeza, dor, culpa, porque o salário do pecado é a morte (Romanos 6.23)”, acrescentando que “quando uma pessoa é subjugada por algo, ainda que seja um desejo legítimo, ela se torna escrava (2 Pedro 2.19)”.



Compartilhar

“Em suma, não apenas a masturbação, mas qualquer prática sexual sem o compromisso do casamento entre um homem e uma mulher está fora do projeto de Deus, é pecaminosa e traz consequências funestas para o ser humano”, finaliza o pastor.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

_________________
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11234
Pontos : 24840
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 61
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Atire a primeira pedra quem estiver com as mãos santa igual do Malafa grsgrs

Mensagem por Lourival soldado cristão em 9th Abril 2014, 6:00 pm



“Alguém consegue masturbar-se sem imaginar um ato sexual, sem ter fantasias eróticas e sem deixar-se dominar pela lascívia ou pela luxúria? Após ceder à masturbação, a pessoa consegue ficar isenta da vergonha e da culpa?”, questionou o pastor. Com esse raciocínio, Malafaia sugere que o estímulo a partir da imaginação do sexo com outra pessoa é tão pecado quanto a prática real fora do casamento....Lourival comenta .....
“Estou assustado com a opinião do Silas mão santa "
"
"Veja esta postagem e percebam que fica difícil afirmar com certeza  que o mão santa diz está certo  ,e tem mais atire a primeira pedra quem tiver mãos santas" 


Masturbação infantil: como lidar com a descoberta dos órgãos sexuais pelas crianças?
Especialistas enfatizam a importância de pais, professores e demais agentes pedagógicos de meninos e meninas a não se deixarem contaminar pelo olhar adulto. Para a criança, a masturbação nada mais é que uma exploração biológica do próprio corpo que é prazerosa e, portanto, vai se repetir

É consenso entre especialistas que bater, xingar, reprimir não é o caminho para tratar a masturbação na infância. Livro: 'Mamãe como eu nasci?', de Marcos Ribeiro | Ilustração: Bia Salgueiro
Clique na imagem para ampliá-la e saiba mais.

“Mamãe, tenho que te contar um segredo: mexe lá na perereca para você ver o tanto que é gostoso”. A frase é de uma menina de 5 anos. A mãe, que não será identificada, conta que achou engraçada a ingenuidade da filha. A solução que encontrou foi orientá-la a ter cuidado para não se machucar já que, por ter a pele sensível, a garotinha ainda usa pomada contra assadura. A dificuldade do adulto em lidar com cenas da masturbação infantil ou atos de interesse nos genitais de outras crianças está marcada pela carga cultural que envolve a sexualidade. “O prazer do adulto está além do físico, a excitação passa pela fantasia. Para a criança, é apenas uma experiência sensorial: ela descobriu que é gostoso e vai repetir”, explica a psicóloga e doutoranda em educação na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Anna Cláudia Eutrópio B. d'Andrea.http://sites.uai.com.br/app/noticia/saudeplena/noticias/2013/10/09/noticia_saudeplena,145860/masturbacao-infantil-e-a-descoberta-do-proprio-corpo.shtml

_________________
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11234
Pontos : 24840
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 61
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pastor Silas Malafaia critica pais e líderes que não falam sobre masturbação com jovens e diz: “É pecado”

Mensagem por Lourival soldado cristão em 9th Abril 2014, 6:13 pm

Irmãos e Jovens Cristãos ,não estou querendo incentivar hábitos e praticas de masturbação a ninguém ,mas sim tentar esclarecer que certas coisa faz parte da vida do ser humano ,e nós crentes fazemos parte disto ,a verdade é que desde criança vem este comportamento ao ser humano  ,e tem mais tudo é puro para quem é puro ,mas o coração malicioso se revela nesta hora ,quem tem culpa de o Silas malafa andou pensando certas coisa eróticas e proibida ,e confessa os pecados das suas mãos peludas  ,pois só pode falar de certas coisas quem tem experiencia de vida ,e o Malafa foi um mão cabeluda maldoso veja este poster para interpretação .......


MASTURBAÇÃO INFANTIL


Apesar da liberdade sexual dos tempos modernos, falar sobre masturbação ainda é difícil, representando, muitas vezes, um tabu, um assunto proibido.
A masturbação é um comportamento normal, presente em todas as idades, inclusive na infância. Quando observamos crianças, e até mesmo bebês, é comum percebemos que, algumas vezes, mexem em seus genitais. 
A masturbação na meninice é uma maneira de exploração do corpo, fazendo parte do desenvolvimento. Ao tocar em seu corpo, a criança vai construindo sua imagem corporal que no início ainda não possui. Concomitantemente, descobre que algumas partes provocam mais prazer que outras - como é o caso dos órgãos genitais (zona de maior sensibilidade) - e por este motivo, acaba mexendo neles com freqüência.
A percepção da diferença sexual também pode favorecer a masturbação da criança, já que passa a existir uma curiosidade muito grande em relação ao próprio corpo e ao do sexo oposto. Neste sentido, pode ser comum a criança mexer em seus genitais e até mesmo querer ver o corpo de outras crianças para saber mais das diferenças anatômicas.
A masturbação pode ser mais freqüente quando a criança está triste, sonolenta ou muito tensa. Este comportamento proporciona, além de prazer, um alívio da tensão.
É importante o adulto reagir com naturalidade frente à masturbação infantil, não recriminando a criança como se estivesse fazendo algo errado e proibido. A prática da masturbação não significa que ela esteja se tornando uma pessoa promíscua ou perversa. 
No entanto, é fundamental que a criança perceba, conforme cresça, que apesar de ser um comportamento normal, a masturbação é uma atividade íntima, que deve ser feita em momentos e locais mais reservados.
A masturbação torna-se um problema quando ela aparece de forma excessiva e vem acompanhada de outros sintomas (como isolamento, baixa auto-estima, chupar o dedo). Nestes casos pode indicar a presença de conflitos emocionais importantes, sendo necessária a ajuda de um profissional. 
Além disso, quando a criança já está em idade de perceber que não deve se masturbar em público, mas continua esta atividade propositadamente na frente de outras pessoas, deve-se ficar atento. Este comportamento pode sugerir uma recusa dos limites, uma necessidade de chamar a atenção e até mesmo um pedido de ajuda.
Crianças que foram abusadas ou assediadas sexualmente também podem se masturbar com freqüência, mas esta não é a causa mais comum da masturbação excessiva.
É importante salientar que, na infância, o prazer da manipulação do corpo não está relacionado com o ato sexual. Quando falamos em sexualidade infantil não estamos afirmando, portanto, que a criança apresenta uma sexualidade genital como a dos adultos. 


A masturbação faz parte da vida das pessoas desde a infância, mas é tabu em qualquer fase. Desde a Idade Média, incutia-se na cabeça de crianças e jovens "males" causados pela prática, como loucura, isolamento, espinhas no rosto e até pêlos nas mãos. Tudo bobagem!
Por volta dos 3 anos, a criança passa por mudanças significativas: deixa de usar fraldas, torna-se mais independente dos pais e descobre seu corpo. Nessa "exploração", ela se toca e acaba descobrindo o prazer que isso causa. "Essa fase faz parte do desenvolvimento, assim como engatinhar, andar e falar", diz Anne Lise Silveira Scapaticci, psicanalista e terapeuta familiar.
Nem por isso deve-se considerar tudo natural e permitido. É possível que a masturbação seja um problema quando é freqüente. "Pode ser sintoma de que a criança não consegue encontrar prazer nas brincadeiras e no relacionamento com colegas e adultos", explica o educador e psicanalista Carlos Alberto de Mattos Ferreira.
Como agir
Em primeiro lugar, explique que há coisas que não devem ser feitas na frente das pessoas, como cocô e xixi ou brincar com os órgãos sexuais. Mostre a diferença entre público e privado e não entre certo e errado. Recriminar pode ser desastroso, pois é possível que o garoto ou a garota acabe por misturar sentimento de prazer e satisfação com complexo de culpa. Segundo, desvie a atenção dessas crianças para os prazeres da escola, como pintar, tocar um instrumento, brincar, correr, dançar e jogar. Valorize a imagem e melhore a auto-estima delas, elogiando suas tarefas e dando-lhe atenção.
Dicas
Para você identificar se a criança está tendo um comportamento compulsivo, observe se além de masturbar-se ela apresenta outros sinais, como isolamento, dificuldade para participar de atividades em grupo e baixa auto-estima. 
Não chame a atenção da criança na frente da turma nem recrimine a masturbação. Converse com ele em particular, dê atenção e afeto.
Se o problema persistir e você sentir necessidade de conversar com os pais, esclareça que a masturbação é um ato comum e normal, mas respeite a crença religiosa da família. Para muitas pessoas, a masturbação é considerada pecado. Nesse caso, você poderá fazer bem pouco, mas insista que recriminar pode causar danos maiores.


Masturbacao Infantil
Desde a Idade Média, ela é conhecida, era imposto as crianças e jovens que se elas praticassem tal ato, elas iriam ficar loucas, isoladas, pelos nos rostos, mas isto é lenda, crendice popular. Embora, infelizmente ate hoje com toda a informação disponível na mídia, internet, escolas, este tema ainda representa um mito para muitos. 
A criança é classificada como perversa polimorfa, ou seja, sente prazer nas mais diversas partes do corpo, possui varias zonas erógenas que a levam ao prazer.
As crianças são capazes de terem orgasmos a partir da faixa etária de aproximadamente 4 anos, as meninas começam a se masturbarem mais cedo que os meninos e com mais freqüência. Em minha opinião, a pratica da masturbação infantil não pode ser considerada uma pratica de cunho sexual, pois as crianças ainda não aprenderam a associá-la ao sexo, nem ao menos sabem o que isto significa. 
A masturbação para criança nada mais é do que um jogo, elas precisam descarregar sua excitação sexual (aliado a curiosidade que tem pelo próprio corpo).O que acontece com a criança nesta fase segundo a teoria psicanalítica sobre o complexo de Édipo, é que o interesse pelo órgão genital e a ameaça de ser castrada faz com que esta supere a libido pelos objetos parentais. A criança vive este quadro edipiano, ao adolescer isso muda, começam a sentir suas glândulas sexuais e a tensão aumenta, e esta tensão sexual retorna aos objetos infantis, abrindo caminho para a masturbação. 
O problema nesta fase reside no fato que:
Os pais muitas vezes sofrem de angustia, sentimentos de culpa, por não entenderem que a masturbação na infância é algo sadio, corresponde à normalidade fazendo parte do desenvolvimento pueril. Muitos deles acham absurdo conceber a idéia de que seus “pequeninos” desempenham tal pratica, pois eles ainda associam o sexo à reprodução, e por isso muitas vezes punem as crianças desencadeando nestas um forte sentimento de culpa, fazendo – as mais tarde entenderem tal ato como obsceno, e o pior, isso acaba repercutindo na adolescência, fazendo com que estes se sintam envergonhadas e ate nem pratiquem tal ato pela culpa que sentem. 


Sexualidade Infantil 
Os germes de moções sexuais já aparecem desde o recém-nato e eles o desenvolvem por algum tempo, depois são supremidos, acontecendo a interrupção por avanços no desenvolvimento sexual do individuo, ou o contrario pode ser sustentado por peculiaridades individuais. 
A pulsão sexual origina-se desde a infância, é um erro achar que ela se origina na puberdade. Embora ainda hoje, quando se acham relatos de masturbação na infância, atos ate mesmo semelhantes ao coito, acham que isto corresponde ao excepcional, mas que na realidade não passa do normal.
Para entender melhor a sexualidade pueril, nada melhor do que abordar as suas fases distintas. 
As fases da sexualidade infantil podem ser divididas como: 
-Fase Oral: (nascimento a 1 ano). 
Esta fase pode ser conhecida como a fase do chuchar, da sucção. Então o que seria isto? O chuchar consiste na repetição rítmica do ato de sucção com a boca. Podemos perceber que depois deste ato a criança fica com a face ruborizada, isto acontece porque o sugar lia-se a uma absorção completa da atenção e leva ao adormecimento ou uma reação motora que se pode chamar como uma espécie de orgasmo. Podemos assim dizer que os lábios da criança representa a zona erógena e a estimulação pela vinda do leite foi a origem da sensação prazerosa. Importante ressaltar que o chupar do dedo já aparece na primeira infância e pode continuar na maturidade ou mesmo persistir por toda a vida. A criança que chupa o dedo busca o prazer que já foi experenciado e que agora esta sendo relembrado por ela. 
- Fase Anal ( 1 a 3 anos) 
Este período e conhecido como o treino do “toillete”. Nesta fase as crianças aproveitam da estimulação da zona erógena anal denunciam-se por reterem as fezes, ate que o seu acumulo provoca intensa contrações musculares, e a passagem pelo anus produz uma forte estimulação pela mucosa, obtendo assim uma forma de prazer. 
- Fase fálico-edipiana (3-5 anos): 
Esta fase apresenta seu foco no interesse do genital , o falo (pênis) é o órgão de interesse de ambos os sexos. Encontra-se nesta fase a estimulação e excitação, a masturbação genital é comum; inveja do pênis (insatisfação com os próprios genitais e desejo de possuir genitais masculinos), vista em meninas, nesta fase; Complexo de Édipo é universal. 
Nesta fase, a criança deseja, sonha em ter relações sexuais e casar com o membro parental do sexo oposto (pai) e, concomitantemente quer livrar-se do membro do mesmo sexo. 

Fase de latência (dos 5-6 anos a 11 - 12 anos): 
Nesta fase a sexualidade esta “adormecida”, “retraída”, “latente”. A criança por conta da educação que recebe, reprime a pulsão sexual, através de sentimentos como asco, sentimentos de vergonha. E também pela formação do superego; uma das três instancias psíquicas que é responsável pelo desenvolvimento da moral, da ética. 

Freud (1924), em “A Dissolução do Complexo de Édipo” é explícito ao escrever que “... não tenho dúvida de que de que as relações cronológicas e causais, aqui descritas, entre a dissolução do complexo de Édipo , a ameaça sexual ( castração ), a formação do superego e o começo do período de latência são de um gênero típico; porém, não desejo asseverar que esse tipo seja o único possível. Variações na ordem cronológica e na vinculação desses eventos estão fadadas a ter uma influência muito importante no desenvolvimento do indivíduo”.


E por ultimo, tem a Fase genital (dos 11 -12 anos em diante): 
Podemos considerar este estágio como o ultimo do desenvolvimento sexual. Ocorre com o iniciar da puberdade, onde a menina e o menino já possuem suas identidades sexuais distintas, e começam a busca pela satisfaço de suas necessidades eróticas e fisiológicas. Nesta fase reaviva-se o Complexo de Édipo. 














Fonte: http://www.palavraescuta.com.br/perguntas/quando-a-masturbacao-infantil-e-um-problema

POSTADO POR MAGALHA ÀS 18:24 

_________________
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11234
Pontos : 24840
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 61
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pastor Silas Malafaia critica pais e líderes que não falam sobre masturbação com jovens e diz: “É pecado”

Mensagem por Lourival soldado cristão em 9th Abril 2014, 6:20 pm

A masturbação
A estimulação e a descoberta do próprio corpo




  • A masturbação

  • A masturbação é um comportamento só de rapazes?




TopoA masturbação
Masturbação significa acariciar, tocar ou estimular partes do corpo para obter prazer. Não são apenas os órgãos genitais que podem proporcionar prazer, existem outras partes do corpo sensíveis e agradáveis ao toque - as zonas erógenas.

A masturbação não acontece apenas na adolescência, é um comportamento que faz parte da sexualidade humana ao longo da vida, embora na adolescência, com as alterações hormonais e a descoberta da sexualidade, este possa ser um comportamento mais frequente.   

A masturbação leva ao auto-conhecimento logo, poderá contribuir para uma vivência gratificante da sexualidade.   

Existem diferentes maneiras das pessoas se masturbarem porque nem todas as pessoas apreciam os mesmos toques ou as mesmas carícias.   

Durante muitos anos, e ainda hoje em certas religiões, culturas e influências educacionais, a masturbação está repleta de mitos e falsas crenças: 


  • se te masturbares ficas impotente;

  • se te masturbares não vais ter filhos;

  • se te masturbares perdes a virgindade;

  • a masturbação faz borbulhas;

  • a masturbação faz mal à saúde.


Mas os mitos não passam disso mesmo. É importante que fiques esclarecido e que saibas que a masturbação não faz mal à saúde, não causa impotência, esterilidade ou borbulhas no rosto, e não deixas de ser virgem por te masturbares. A masturbação é uma simples e natural prática sexual, de rapazes e raparigas, homens e mulheres, explorarem e descobrirem o próprio corpo em busca de prazer.
TopoA masturbação é um comportamento só de rapazes?
Não. As raparigas também se masturbam, somente não falam tanto sobre o assunto, talvez por vergonha, medo de serem apontadas ou repreendidas, para além de ser um comportamento que faz parte da intimidade de cada um.   

Mas, se alguém tem por hábito refugiar-se na masturbação, isolar-se, não procurar a companhia de outras pessoas, talvez precise de ajuda. Rapazes, raparigas, podem pensar que é mais fácil e simples o seu mundo, as suas fantasias, evitando conhecer outras pessoas, namorar. A masturbação é prejudicial quando altera a rotina diária da pessoa. 

É importante olharmo-nos ao espelho e gostarmos do que vemos. A masturbação faz parte dessa descoberta, a de nós próprios e a dos outros.  
http://juventude.gov.pt/SaudeSexualidadeJuvenil/Sexualidade/ExpressoesSexualidade/Paginas/Amasturba%C3%A7%C3%A3o.aspx

_________________
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11234
Pontos : 24840
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 61
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pastor Silas Malafaia critica pais e líderes que não falam sobre masturbação com jovens e diz: “É pecado”

Mensagem por Lourival soldado cristão em 9th Abril 2014, 6:53 pm

Bom e para encerrar é fácil para quem é casado e pratica o sexo só de prazer e não o sexo crescei e multiplicai em que recomenda  a bíblia ,e nós fizemos do sexo uma válvula de prazer pessoal ,a verdade que a criação do sexo nos seres humanos e animais é para multiplicação isso diz lá em Gênesis  ,mas nós homens e mulheres fazemos do sexo para prazer próprio e satisfação a dois homem e mulher ,o sexo é tão forte que a palavra nos manda  não se afastar um do outro por muito tempo .......A Bíblia fala que o casal não se deve privar um ao outro para que satanás não nos atente. acredito que Deus colocou em nós o desejo do prazer..... só devemos administrar para o bem nosso e de acordo com a Lei de Deus !!!


Sobre a masturbação tudo tem o seu tempo e fases isso um dia passará ,aconselho aos jovens que não se  deixe se escravizar a esta pratica ,fique tranquilo pois não acredito que existe um homem e mulher com mãos santas igual ao do Silas malafaia .....tente pensar e fazer outras coisas    ............... grsgrs   mas cai entre nós Paulo também era contra a sexualidade a praticar ele   queria ser Livre para só servir ao senhor ,esta é a saída para o Jovem enquanto o casamento não vem !!
"Há eunucos (homens que não geram) que nasceram tais desde o seio de sua mãe, há eunucos que foram feitos tais pelos homens, e há eunucos que se tornaram tais por causa do Reino dos Céus. Quem pode compreender, compreenda!" (Mt 1!),12).

"Quisera que todos fossem como eu (celibatário); cada um, porém, recebe de Deus o seu dom próprio.. . Contudo digo aos que não estão casados e aos viúvos: é bom que permaneçam como eu. Se, porém, não se puderem conter, casem-se; é melhor casar-se do que arder (em concupiscência)" M Cor 7,7-9)).

_________________
avatar
Lourival soldado cristão

Mensagens : 11234
Pontos : 24840
Data de inscrição : 23/12/2009
Idade : 61
Localização : Sao paulo

http://ccbsemcensurasnaspeg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pastor Silas Malafaia critica pais e líderes que não falam sobre masturbação com jovens e diz: “É pecado”

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum