NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Agosto 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Calendário Calendário

Quem está conectado
21 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 21 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

Conectar-se

Esqueci minha senha

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Votação
Estatísticas
Temos 4328 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Daniel191B

Os nossos membros postaram um total de 30378 mensagens em 13295 assuntos

ERROS CORRIGIDOS NA CCB

Ir em baixo

ERROS CORRIGIDOS NA CCB Empty ERROS CORRIGIDOS NA CCB

Mensagem por Servão ccb em 10th Maio 2011, 10:59 pm

"Admin"]Paz,

Segundo fontes, alguns erros já está sendo corrigidos na conduta do ministério, e esperamos que as informações sejam verdadeiras, segue abaixo o texto contido no siteccboficial:


[justify]Longe de nós o pretender tomar atitudes em nome do Ministério Espiritual.

Sabemos muito bem honrar aos que devem ser honrados, e portanto nos abstemos de praticar julgamentos de qualquer espécie.

No entanto, chegam ao nosso conhecimento certas práticas que não condizem com a doutrina oficial da obra e, como o Ministério geralmente não acessa a internet e não sabe do que se passa em torno (pelo menos com a rapidez necessária), sentimo-nos no dever de apontar qualquer coisa que possa eventualmente trazer escândalo e prejuízo no meio do povo.

Partimos do princípio de que o que possa macular o bom nome da Congregação também o fará com relação ao próprio Cristianismo, e dessa forma não poderíamos permanecer calados.

Mais uma vez lembramos que não somos julgadores, e nem a "palmatória do mundo".

Não seremos específicos em apontar nomes ou as localidades exatas onde se observa algum movimento estranho, apenas os apontando de forma a que o Ministério possa averiguar convenientemente os fatos e tomar as providências que julgar cabíveis.

De forma alguma afirmamos que os alertas que aqui publicamos sejam fatos constatados, mas apenas denunciados timidamente por alguma parte significativa dentre a irmandade, que se sente por algum motivo constrangida de procurar diretamente o Ministério local.

Repetimos que cabe unicamente ao Ministério investigar se tais fatos são verdadeiros ou não - e tem obrigação de fazê-lo.

Temos certeza de que serão sempre acontecimentos isolados, porém que não podem de forma alguma tornar-se em costume no meio do povo de Deus:

1- Em algum lugar da região Nordeste, está-se impedindo pessoas de entrar nas igrejas, sob a alegaçãoo de que tais pessoas "pecaram" e "estão sem liberdade"; E quando o permitem, tais pessoas são instadas a sentar-se no último banco.
Além de contrária à doutrina que conhecemos até a presente data, essa atitude seria ilegal, segundo a legislação do paós.
Antes que cause algum dano, vai aqui o nosso primeiro alerta.

[color=red]SEGUNDO INFORMAÇÕES, ESSE ASSUNTO FOI SOLUCIONADO A CONTENTO

2- Em algum lugar da região Sudeste, servos estão sendo publicamente impedidos de testemunhar se não estiverem de terno e gravata (ou as irmãs sem o véu).

O constrangimento de pessoas também é considerado pela legislação como prática condenável e sujeita a sanções, o que certamente mancharia o bom nome da CCB.

Lembramos que embora a CCB não seja responsável (estatutariamente) pelas atitudes individuais de seus membros, todavia responde solidariamente pelas atitudes de seus prepostos, no que tange às coisas da lei.

E nesse caso os integrantes do ministério espiritual são equiparados a prepostos verdadeiros, já que estatutariamente não têm existência jurídica.

Lembremo-nos de que o Senhor Jesus não constrangia a ninguém, e se somos uma igreja cristã, obviamente temos de seguir a risca o modelo que o Cristo nos deixou.

Alguma dúvida?

SEGUNDO INFORMAÇÕES, ESSE ASSUNTO FOI SOLUCIONADO A CONTENTO

3- Embora o "tirar a liberdade" de membros da igreja seja prerrogativa exclusiva do Ministério Espiritual, este deve mostrar-se respeitoso para com a legislação do país e não cometer atos arbitrários, tendenciosos, ilegais ou contrários ao Estatuto.

A não-observação de certas normas procedurais simples pode acarretar danos irreparáveis à obra de Deus em nosso meio.

Porisso, seria bom o Ministério Espiritual consultar antecipadamente o corpo jurídico para inteirar-se de como proceder para agir nos casos em que seja necessário. Não precisa consultar caso a caso. Apenas tomar conhecimento de todos os passos que devem ser dados antes de se tomar QUALQUER atitude em nome da Congregação.

Anciães, Cooperadores e Diáconos não são deuses nem imperadores (não podem nem devem agir como se assim o fossem), portanto devem primeiramente submeter-se ao caminho de retidão que nos indicou o Mestre, da mesma forma que toda a irmandade.

O número de abusos (sob o ponto de vista meramente legal, enfatizando que não estamos de forma alguma interferindo nas razões do ministério quanto à parte espiritual) tem sido extremamente alto em nosso meio.

Queremos apenas fazer notar que qualquer atitude tomada pela CCB e que venha a prejudicar de alguma forma a qualquer de seus membros tem sua contraparte legal e pode penalizar a irmandade com uma possível condenação ao pagamento de indenizações, como tem sido comum em outras igrejas evangélicas.

Como não é o ministério quem "põe a mão no bolso" para arcar com as consequencias de suas possiveis ingerências, a conta sobraria para a irmandade, o que não é correto, nem honesto e nem cristão.

Que ninguém venha a se ofender em virtude do que aqui publicamos, mas que desperte para uma responsabilidade ainda maior perante Deus e perante Seu povo.

Se fossem apenas acontecimentos que contradissessem a doutrina, mas que não tivessem outras implicações, não nos abalaríamos em publicar os presentes alertas.

Seria problema exclusivo do Ministério Espiritual.

Porém no momento em que a doutrina, o Cristianismo e a irmandade, seu credo e seu patrimônio correm risco iminente, não podemos simplesmente nos acomodar, pois enquanto isso em cerca de 187.000 pontos na internet, inimigos incansavelmente maquinam todos os tipos de ataques contra a santa doutrina cristã, e em especial ao modo de ser dos "CCBianos".

Se já fazem isso sem que haja motivo ou razão, quanto mais se eventualmente dermos a esses tais os motivos que eles tanto buscam!...

E em nosso país impera o preceito de que ninguém se exime do cumprimento da lei, alegando desconhecê-la. Principalmente quando isso também envolve o cumprimento da Perfeita Lei de Deus, segundo nos ensinou o Mestre.

Todos temos que igualmente nos preservar de praticar atos que distoem da doutrina verdadeira. Se um de nós cometer alguma atitude escandalosa, os efeitos fatalmente recairão sobre o bom nome da Congregação e da obra cristã como um todo.

Os contenciosos não tomarão tal atitude como um fato isolado, mas afirmarão veementemente que na CCB se age permanentemente dessa ou daquela forma, sugerindo ainda que isso teria o aval do ministério.

Portanto, é preciso vigiar.

SEGUNDO INFORMAÇÕES, ESSE ASSUNTO FOI SOLUCIONADO A CONTENTO

Observação:

Embora não tenhamos recebido da perte do Ministério Espiritual qualquer reclamação, observação ou reprimenda quanto ao que aqui publicamos, parece que não ficou bem claro para um pequeno grupo de pessoas a nossa afirmação de que "não somos as palmatórias do mundo".

Reiteramos que não estamos censurando o Ministério, porém exercendo o nosso dever de crítica, ao apontar possíveis falhas diante de reclamações provindas do meio do próprio povo de Deus, que é merecedor de toda a nossa consideração.

4- Em pelos menos duas localidades brasileiras houve recentemente mudanças sutís no formato de administração, de forma a modificar claramente o Estatuto. Segundo informações, tal orientação teria partido "do Brás" embora não haja nenhuma confirmação nesse sentido, seja por parte da Administração, seja por parte do ministério espiritual. Contudo, as alterações administrativas foram feitas à revelia da irmandade e do Estatuto, que não pode ser modificado EXCETO através de ata de reunião anual de ensinamentos na séde administrativa do Brás (SP).

Temos de nos acostumar a seguir a perfeita guia de Deus e não seguir os tais "jeitinhos eventuais" de que muitos gostam.

5- Está havendo um grande rebuliço no meio do povo de Deus devido à presença e ação de crentes estranhamente ligados de alguma forma à "maçonaria".

Na verdade, tais pessoas existem - e sempre existiram - em TODOS os templos religiosos, e não é de se estranhar que os haja também na Congregação. Isso é questão de foro íntimo, e não cremos que eles pratiquem coisas próprias da maçonaria quando em nosso meio. Quanto à parte doutrinária, devemos lembrar que somente o Ministério Espiritual é que deve se manifestar em casos assim. Mas havendo qualquer dano ao patrimônio da Congregação, a irmandade deverá exigir providências de seu Conselho Fiscal.

Lembrando que também tais pessoas, se efetivamente pertencerem a organizações maçônicas e estiverem praticando atos reprováveis (no entender de tais organizações), certamente sofrerão ali severas consequências por seus atos.
Portanto, o povo de Deus não deve se preocupar com tal fenômeno, mas permanecer fiel à fé que uma vez foi dada aos santos, perseverando em vigilância e oração constantes.
Servão ccb
Servão ccb

Mensagens : 237
Pontos : 574
Data de inscrição : 24/11/2010
Localização : são paulo

http://ccbm.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum