NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Tópicos similares
    Agosto 2019
    SegTerQuaQuiSexSabDom
       1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031 

    Calendário Calendário

    Quem está conectado
    23 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 23 Visitantes :: 1 Motor de busca

    Nenhum

    O recorde de usuários online foi de 473 em 30th Agosto 2014, 11:05 pm
    Social bookmarking

    Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

    Conservar e compartilhar o endereço de <a href="http://oulorivallan.forumeiros.com/">nas pegadas do mestre JESUS</a> em seu site de social bookmarking

    Conservar e compartilhar o endereço de NAS PEGADAS DO MESTRE JESUS em seu site de social bookmarking

    Conectar-se

    Esqueci minha senha

    Flux RSS


    Yahoo! 
    MSN 
    AOL 
    Netvibes 
    Bloglines 


    Votação
    Estatísticas
    Temos 4328 usuários registrados
    O último usuário registrado atende pelo nome de Daniel191B

    Os nossos membros postaram um total de 30377 mensagens em 13294 assuntos

    "Os mártires sacudiram os poderes das trevas com o poder irresistível da fraqueza”

    Ir em baixo

      "Os mártires sacudiram os poderes das trevas com o poder irresistível da fraqueza” Empty "Os mártires sacudiram os poderes das trevas com o poder irresistível da fraqueza”

    Mensagem por ┼EKhristos em 19th Fevereiro 2016, 12:24 pm



    (Os mártires sacudiram os poderes das trevas com o poder irresistível da fraqueza” (Milton).

    Ser nova criatura, estar no mundo, estando perto de Deus, tudo o que queremos, desejamos ardentemente, sofrendo com os horrores deste corpo terreno, que luta contra o nosso espírito para que façamos tudo ao contrário do que pensa a mente do nosso espírito. Gritamos “não” ao desejo da carne, desesperamos prostrados diante da nossa miséria, um conflito perturbador, insano as vezes, para homens e mulheres convertidos a um Deus vivo, que precisamos enxergar em nossa vida, essa certeza é determinante para não desistirmos, crermos veemente em toda a Escritura, continuarmos fazendo o que deseja o Senhor, não o que o mundo insiste que façamos contra ele.

    O Espírito através de um apóstolo exclamou “infeliz homem eu” (Romanos 7:24), mesmo que procure em todos os lugares por alguma salvação, por algo que transforme a minha inutilidade, dificilmente encontrarei alguma coisa. Todos nós procuramos um encontro com o Senhor, ir ter com Jesus como foi Nicodemus (João 3;2), nascer de novo, ser feito novo homem, para ser liberto deste corpo que leva a morte.

    E quando o desespero dos homens bons, chegou as narinas do Todo poderoso, ele que estava com a salvação em mãos, a esperança da vida eterna, “prometida antes dos tempos eternos” (Tito 1:2), derramou sua misericórdia para nos salvar, do alto trono da sua glória, a energia regeneradora, renovadora do Espírito Santo, foi sendo poderosamente dispensada em abundância, enfim, ele criou a justificativa para nos remir, a graça do Filho enviado. O amor de Deus fluiu para o mundo, a bem-aventurança sobressaiu sobre a ignorância, não de todos, dos escolhidos, que aceitaram, balançaram a cabeça concordando com o vazio, miséria, trevas, que suas vidas estavam antes do ouvir com fé a palavra pregada.

    Claro que nem todos vão erguer as mãos, desejando participar da natureza divina, nem todos correrão para o caminho, fugindo da corrupção do mundo (2 Pedro 1:4), quem são os salvos, quem são os perdidos, Jesus Cristo veio para salvar os perdidos, os arrogantes que julgavam ser salvos desesperaram, não conheceram, nem receberam a luz verdadeira, mas “a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome” (João 1:12). Fomo abençoados com “todas as bençãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo” (Efésios 1:3), escolha do Senhor, sua predestinação, adoção, propósito da sua vontade, sem que nada fizéssemos, por graça ele nos deu em Cristo, o Amado.

    Sim, somos miseráveis sem ele, somos um recipiente próprio para o mal, a bondade de Deus foi esgotar esse recipiente, para derramar do seu Espírito sobre ele. Tomados de todo tipo de condenação, elas deixaram de existir, como o Espírito explana em todo o maravilho capítulo 8 da carta aos Romanos:

    “Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte.” (Romanos 8:1-2

    Nos esforçamos para o fazer o bem, o mal nos acompanha, queremos vencê-lo, sem Cristo não podemos, sem ele pesa sobre nós a miséria (Eclesiastes 8:6), é grande o peso da miséria de um homem sem Deus. Como tirar força de um corpo tão fraco, sem o Espírito não existe estímulo, sem entrega não caminhamos, a dedicação é necessária, precisamos do Senhor, com ele somos vencedores, por Cristo encontramos a vitória, porque ele venceu o mundo, não são simples palavras, são palavras poderosas, ele assentou-se no trono para reinar, estamos assentados com ele, nossas vidas foram elevadas ao céu, o mal dirá que não habita bem algum, do alto virá a confirmação, que por Jesus Cristo, temos todo o bem a nossa disposição, assim dessa fraqueza muitos tiraram força (Hebreus 11:34), fizeram-se fortes (2 Coríntios 12:10).

    “Sob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos.” (Sócrates)

    Soldados de Cristo que visam agradar quem nos alistou, humildemente nos depositamos aos pés do Senhor, para receber os mais intensos exercícios cristãos, as mais gloriosas palestras, os ensinamentos para a as duras batalhas, só assim um crente pode receber o mérito da sua medalha.

    "Da covardia que teme novas verdades,
    Da preguiça que aceita meias verdades,
    Da arrogância que pensa saber toda a verdade;
    Oh! Senhor, livra-nos.(Arthur Ford )


    Dignos do reino de Deus, indignos que não o conhecem, aos primeiros a salvação, o alívio, aos restantes a perdição eterna, a separação definitiva do Senhor. Do mesmo modo que existe a esperança, a vingança está declarada, para os que negam o Senhor, “não obedecem ao Evangelho de nosso Senhor Jesus” (2 Tessalonicenses 1:Cool.

    Se por um momento o Espírito relata as memórias de seres derrotados, a voz de Deus desde o céu declara: “somos mais do que vencedores” (Romanos 8:37).

    A vitória por Jesus Cristo (1 Coríntios 15:57).

    Onde havia a miséria separadora,
    Transbordou o amor unificador,
    Os vacilos de fraquezas que ainda sentimos,
    São preenchidos com os dons mais preciosos.

    Eldier.

    _________________
    postado por ┼EKhristos Visitem:http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org/


    ┼EKhristos

    Mensagens : 787
    Pontos : 1967
    Data de inscrição : 31/07/2010
    Idade : 43
    Localização : Maringá

    http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum